Como fazer um e-mail marketing personalizado?

on Quarta, 06 Dezembro 2017. Posted in SinalizeWeb

Cada vez mais os consumidores tendem a ser criteriosos. Seja por uma questão prática de administração do tempo, ou pelo fato de que, com a internet as possibilidades de bombardeio publicitário aumentam e muito. Junto a novos hábitos de consumo a inteligência proporcionada por sistemas de automação online trabalham a nosso favor. Por que não usá-la?

O marketing serve não simplesmente para vender, mas também para compreender comportamentos, fazer do produto e marca não só necessários, mas sobretudo essenciais. Com isso, sai perdendo quem lida com seu público de forma genérica. Todos nós gostamos de nos sentir especiais.

Para compreender seu cliente se coloque no lugar dele. Aprenda a ouvi-lo, acima de tudo. Compreenda o que de fato pode fazer com que seu e-mail marketing não só o ajude a vender, mas, e, principalmente, a fidelizar.

Siga as dicas da Mailify. Veja como:

Foque, segmente, personalize

Pode parecer óbvio, e até um pouco redundante, mas nem sempre é tão simples compreender. Muita gente erra ao focar no macro desconsiderando o micro. Pense grande, sem esquecer os detalhes. A melhor maneira de ter sua mensagem compreendida pelo seu público é quando a segmentação é bem feita.

O que o seu lead curte nas horas vagas? Qual a profissão? Renda? Possui filhos? O que consome no dia a dia? Quais valores julga importantes? Pergunte, analise, compreenda, e então siga para o próximo passo.

Identifique o perfil e acerte no alvo

Se você trabalha com o e-commerce registre toda a navegação do seu cliente. De produtos visitados a compras concretizadas. Essas informações são importantíssimas e podem revelar mais sobre seu lead do que um simples formulário. Utilize esses dados, trace perfis comportamentais para, a partir de então, trabalhar sua mensagem.

Mostre a ele o que procura

Como os empreendedores de sucesso sabem, a mensagem enviada por e-mail marketing deve ter a maior relevância em conteúdo possível. Basicamente, 90% de conteúdo versus 10% em publicidade.

Salvo casos em que o cliente está realmente muito interessado em determinado produto, mas ainda hesitante, você pode enviar um e-mail com um incentivo de compra, como um desconto.

Fora isso, não se mostre muito ansioso em vender. Faça uma pesquisa, consulte um profissional da área relativa a seu produto ou serviço que possa colaborar em parceria. Por exemplo: se você tem uma academia que oferece atividades circenses, convide um psicólogo para explicar como esse tipo de exercício pode agregar na vida das crianças.

Mostre ao seu lead o quanto sua marca pode somar na vida dele para além da relação de venda. E o quanto sua empresa está mais preocupada no bem estar dele do que só na compra em si. Faça-o se sentir importante, especial.

A venda deve ser a consequência de uma relação bem sedimentada e com potencial duradouro, baseada na confiança. Relevância é tudo.

Sabe com quem está falando?

Você tem de 3 a 4 segundos para convencer seu destinatário a clicar e abrir seu e-mail. Uma das técnicas interessantes é chamá-lo pelo nome já no assunto e também no topo da mensagem. Crie um tom informal de conversa, proporcione que seu lead se identifique com o conteúdo recebido esinta que foi feito especialmente para ele.

Se possível, mostre o nome de sua empresa também no assunto. Se ele autorizou receber seu conteúdo pode ser que esteja esperando por isso. Pesquisa da Exact Target mostra que 70% das pessoas que utilizam e-mail afirmam que sempre abrem mensagens de suas empresas favoritas. Use isso a seu favor.

Além disso, proporcione uma comunicação mais direta permitindo que o remetente receba respostas. E utilize sempre e-mail remetente com um ar mais pessoal, com o nome de alguém que trabalhe no setor de atendimento, e que essa mesma pessoa também possa assinar a mensagem.

Seu lead precisa sentir que poderá ser atendido por aquele canal e que está se comunicando com alguém real e não uma máquina.

Equilibre aparência e conteúdo

Tente o meio-termo no volume entre texto e imagens. Nem mais nem menos. As imagens devem servir para complementar o texto e não repetir o que já está sendo dito. Entretanto também servem para descansar os olhos diante de um volume muito grande de texto, o que deve ser evitado. Seja direto, objetivo e claro, mas de forma elegante.

Estar atento a cada detalhe pode fazer a diferença. Estimule ao seu lead uma leitura prazerosa, que ele sinta que valeu a pena abrir sua mensagem, e quem sabe até repassá-la.

Anotou as dicas? Faça seu e-mail marketing hoje e esteja preparado para as conversões. Tim tim!

FONTE: Ecommerce Brasil

Leave a comment

Please login to leave a comment.