Marketing de Experiência – O que é, Como Funciona e a Sua Importância

on Quarta, 25 Outubro 2017.

 
Posted in SinalizeWeb

Entender o Marketing de Experiência e a sua importância não é uma tarefa difícil, ainda mais, quando temos em mente que o nosso cérebro só se lembra do que causou emoção, fora disso, tudo é esquecido em questão de dias, horas ou até mesmo minutos.

Nós, como seres humanos, obviamente optamos por aquilo que tem o costume de nos encantar. Ao sermos encantados, temos o costume de repassar para conhecidos as nossas experiências: Bingo! Aí nasce o Marketing de Experiência, que faz de tudo para a experiência do usuário ser boa o bastante para induzir o consumidor a realizar a compra, engaja-lo e fideliza-lo.

O boca a boca continua sendo uma das maiores formas de propaganda, sendo a primeira que levamos em conta, a frente de estratégias tradicionais como os anúncios. Afinal, o valor de uma indicação costuma ser inquestionável.

O Marketing de Experiência nada mais é do que mexer com os sentidos, fazer um Neuromarketing inovando e impressionando, para que assim o processo de compra forneça estímulos gerando o prazer de compra, o que no final reflete em fidelização e engajamento.

Todos esses conceitos foram gerados a partir da definição de Client-Share, que é avaliar cada consumidor como único - como uma persona - assim, estudando e entendendo o que leva-os à ter prazer ou não ao realizar uma compra.

Agora que entendemos a teoria, vamos entender como funciona na prática.

Você depara-se com Marketing de Experiência todos os dias. E só ao falar algumas características você é capaz de lembrar-se de qual marca estamos falando. Quando citamos os sentidos, estamos referindo-nos à palavra literal dos cincos sentidos. O olfato é uma tática: quantas lojas usam odores agradáveis que sentimos ao passar em frente? E não estamos falando apenas de perfumarias, mas, por exemplo, uma específica loja de calçados que é adepta a essa tática.

A emoção também é um grande triunfo no Marketing de Experiência, pois, ter a capacidade de emocionar de modo que sua marca, produto ou serviço seja lembrado é um bom inicio de realizar o Marketing de Experiência.

A inovação é a que pode gerar mais resultados, seja para uma loja física ou virtual. Experimente mudar seu cenário e adequá-lo ao seu público alvo. Enquanto lojas virtuais, experimente investir em UX (um conceito atual para definir usabilidade de um site, desde sua organização como a árvore de categorias até o carregamento da página e design).

O modo como é feita a interação com o cliente como um geral, também é um fator essencial de Marketing de Experiência. Aquela página daquele restaurante ou daquela marca de roupas que você tanto gosta, quando tem interação com o público, faz promoções não só de venda, mas também de interação em si, faz com que você comente para outras pessoas que aquela página faz posts divertidos. Pronto! Você engajou, fidelizou e agora está nutrindo aquela persona com conteúdo.

 

Os 3 V’s do Marketing de Experiência

Assim como os 4’Ps da publicidade, o Marketing de Experiência também possui fundamentos essenciais para que ocorra o encantamento do usuário ou consumidor.

Verdade: Parece óbvio, mas é um ponto que não pode ser esquecido na hora de executar o Marketing de Experiência. Ninguém gosta de ser iludido ou enganado em qualquer momento da vida, inclusive no momento de compra. Fazer promessas está liberado, desde que as mesmas, sejam capazes de serem cumpridas.

Contar verdades está ligado aos valores da empresa, por isso é tão importante que você seja transparente, pois, ter a imagem ligada a mentiras ou algo do tipo, pode ser não só prejudicial mas também irreversível.

As pessoas ligam os seus próprios valores ao que lhes são apresentados, ou seja, transmitir transparência pode mexer com as emoções, fazendo com que sua marca seja lembrada à frente de outras.

Vontade: A vontade é uma derivada direta da verdade, por isso, novamente, ressaltamos a importância de ser transparente.

 A vontade surge a partir do momento que você encantou-se pela verdade transmitida pela empresa e está disposto a consumi-la. A vontade é a base da tomada de decisão do cliente. Juntamente com uma boa experiência, a vontade incentiva o consumidor a passar por aquele sentimento de compra novamente.

Todo o processo, todas as etapas e fatores devem ser feitas de maneira correta, pois, uma etapa afetada pode ser prejudicial ao ciclo todo. Ou seja, é imprescindível que haja atenção à todos os processos de compra: desde a comunicação até a disponibilidade do produto. O Marketing de Experiência é feito nos detalhes.

Valor: O valor está diretamente ligado à percepção que o consumidor tem para com a marca. Uma compra com significado faz com que o consumidor lembre de você à frente dos concorrentes. Faça com o que o cliente lembre-se da sua marca de maneira positiva acrescentando pontos positivos, pois, o primeiro contato será primordial.

Quando nos identificamos com uma marca a partir da verdade que ela passa, a vontade de comprar é instantânea e o valor que colocamos àquela compra, faz com que haja fidelização.

O Marketing de Experiência é tão importante porque é o cuidado que a empresa tem na construção não só da sua marca, mas também na construção dos laços que serão formados com o consumidor.

As sensações e encantamentos possuem diversos pontos que podem ser explorado, mas você não precisa explorar cada um deles, mas é necessário que foque em pelo menos um e faça de tudo para que aquela experiência gerada seja não só a melhor possível, mas também a mais memorável positivamente.

Não tenha medo em investir em Marketing de Experiência. Experimente, teste e explore todas as possibilidades existentes, desde a sua missão, valores, cultura até os pontos de venda.

Gostou de saber mais sobre o Marketing de Experiência? Não deixe de conferir mais dicas do mundo do marketing aqui na SinalizeWeb!