Você deseja tráfego orgânico mais constante para sua loja virtual? Uma das alternativas mais eficientes é trabalhar o conteúdo presente na sua loja, seja através das descrições dos produtos, seja por um blog da loja. Agora, como tornar isso possível? Investir em conteúdos de qualidade só parece simples: existem muitas nuances nas quais os proprietários das lojas virtuais precisam se atentar.

Para ajudá-lo nessa tarefa, que é algo tão constante quanto a inclusão de produtos dentro da loja, temos algumas ações que vão tornar o seu conteúdo mais acessado, e por consequência trazer mais vendas para sua loja em um período de grande necessidade.

Como criar conteúdos relevantes para sua loja?

Partindo do princípio que você já tem informações sobre o público-alvo (como faixa etária, poder aquisitivo, regiões onde vivem, etc), precisamos entender em quais etapas do processo de compra esse público se encontra.

  • Atenção: o consumidor está ciente do que busca, e quer informações gerais sobre o produto ou serviço.
  • Pesquisa: nesta etapa, o consumidor quer mais detalhes sobre o produto ou serviço, buscando informações mais técnicas, a necessidade do mesmo, entre outros.
  • Decisão: aqui, o consumidor já tem interesse na compra, e busca por informações referentes a melhor opção para o que deseja.
  • Compra: é o estágio final na jornada de compra. Ele tem o interesse, todas as informações técnicas, e agora quer algo mais válido para finalizar a aquisição, como comparação de preços, onde fazer a melhor compra, frete, etc.

A combinação desse conhecimento, somada a outros detalhes do público, formulam a sua Buyer Persona, uma personagem fictícia na qual o seu conteúdo pode direcionar de uma forma mais pessoal. E quando cria-se uma comunicação mais direcionada e certeira, melhor as possibilidades de conversão em vendas.

Dito isso, vejamos como as ações de conteúdo podem chamar atenção do seu público de forma mais interessante.

Faça uma busca de palavras-chave consistente

Um conteúdo de qualidade precisa ser visto, e mais ainda, ser encontrado. Para tanto, é necessário uma pesquisa de palavras-chave completa, que abrange os tópicos procurados pelo público, seguindo seus estágios de interesse conforme vimos acima.

Existem diversas ferramentas, gratuitas e pagas, que permitem uma busca de palavras-chave eficientes para cada segmento, como a SEMRush, Ubersuggest, Moz, ou mesmo as próprias ferramentas da Google, como o Related Keywords, Related Questions e Keyword Planner. Contudo,fique atento aos pontos a seguir:

  • Volume de buscas: fundamental para que tenham pesquisas constantes por parte do público.
  • CPC: sigla para Custo por Clique. Está mais relacionado às pesquisas pagas, mas tem um valor para nós em questão de buscas. Se há anúncios, há interesse de empresas nos termos. O que abre oportunidade para ranqueamento orgânico e estável.
  • Competitividade: os chamados termos Cauda Longa são geralmente perguntas ou uma combinação de várias palavras-chave. Embora possam ter menos volume de busca em relação a outros termos mais populares, mas também significa maior especialidade e interesse de público. Invista nelas, e os retornos são mais constantes, e principalmente de menor competição.

Desenvolva um material interessante para os produtos

Além dos conteúdos do blog, capriche na descrição dos produtos da sua loja virtual. Além de incluir as informações técnicas, fundamentais para quem tem interesse nos produtos, ofereça opções de uso, dicas interessantes no segmento, e imagens chamativas para ilustrar o uso.

O mais importante aqui é não ser redundante. Se você possui produtos de uma mesma categoria, com marcas diferenciadas, busque informações sobre o feedback do público, custo-benefício, entre outros detalhes que enriquecem o material de produtos. E que podem ser melhor aprofundados na loja, inclusive.

Crie conteúdos que interajam de fato com o público

O último tópico acima diz um pouco sobre o tipo de material que pode ser trabalhado como conteúdo relevante na loja virtual. Cada etapa da jornada de compra possui detalhes relevantes, com desafios e anseios, nos quais deve ser levado em conta ao criar uma linguagem que se comunica com o público.

Pegue referências em sites como a Magazine Luíza, em que o Blog da Lu fala de diversos assuntos relacionados ao público cativo da rede. O conteúdo, além de relevante, direciona para as compras de maneira mais assertiva.

Atualize de tempos em tempos

Por fim, a última dica é não só desenvolver conteúdos novos, mas manter o conteúdo antigo atualizado. Não há problema em atualizar conteúdos antigos: na verdade, o Google valoriza o material que já está presente. Para tanto, verifique os materiais mais antigos, com pelo menos 2 anos de publicação, analise quais pontos mudaram, quais as novidades, e como expandir o material.

Conteúdos relevantes para sua loja geram resultados estáveis e interessantes ao longo do tempo. Existem ainda outras ações que fazem esse mesmo conteúdo ser ainda mais eficientes, como ações de Conteúdo Rico (ebook, planilhas, etc), infográficos, e outras. Invista com cuidado, e até a próxima!

Artigos Relacionados

A internet está repleta de oportunidades par...

O nicho de e-commerce é bastante atraente pa...

 A cada dia surgem inúmeras startups, mas...

Neste Dia do Consumidor, nosso blog traz para...