Acessibilidade:
Login

  • SinalizeWeb14 anos
  • DivisãoCommtempla
  • EmpresaSW tecnologia.tech
  • Código deConduta
  • Entre emContato

Consultoria SEO

Consultoria SEO, documento de laudo técnico para implementalçai de correções e melhorias

Implementação SEO

Implementação SEO, um time de analistas e desenvolvedores, com foco em performance orgânica e Usabilidade

Análise de Impacto para Migração de Plataformas

Migração Assistida de Plataforma, sem perda de Tráfego Orgânico. Muito além de Redirect 301

Desenvolvimento web pautado em SEO

Desenvolvimento de sites e lojas e-commerce com premissas SEO OnPage

Está imagem representa o tema abordado pela publicação do blog da Sinalizeweb | Apple sofre com baixa no mercado chinês

Apple sofre com baixa no mercado chinês

24 de Agosto de 2015
Por SinalizeWeb

Apple sofre com baixa no mercado chinês

Não está sendo um bom começo de semana para a Apple, que mal começou suas operações na Bolsa de Valores e já está vendo suas ações sendo operadas com queda de 6%. A companhia é uma das que mais vem sentindo o impacto da retração econômica na China, que apesar de ter a ver com motivos econômicos locais, vem afetando negociações em todo o mundo. Nesta segunda-feira (24), boa parte dos pregões mundiais apresenta baixa.
No momento em que essa reportagem é escrita, as ações da Apple oscilam entre os US$ 99 e US$ 100, um valor que já é reduzido em relação ao que foi registrado há bem pouco tempo, antes dos problemas econômicos começarem. O grande temor se relaciona à contínua desaceleração da economia chinesa, que não vem sendo contida pelo governo, apesar das diversas tentativas.
A Bolsa de Xangai, capital da China, caiu quase 8,5% nesta segunda e se aproxima de zerar completamente todos os ganhos das ações acumulados ao longo do ano. Foi sua maior queda diária desde a crise de 2007, um movimento que foi seguido por outros pregões mundiais – Tóquio, por exemplo, teve baixa de 4,61%, enquanto a Bovespa opera neste momento com -6,04%.
Como se não bastassem apenas os motivos econômicos que não fazem parte da sua alçada, a Apple vem sofrendo com informes de analistas que acreditam que o mercado de smartphones se aproxima perigosamente de uma saturação. Mesmo com sua recente chegada ao mercado chinês, o nicho do iPhone teria se fechado rapidamente devido à retração econômica e a expectativa é que os bons números obtidos com a mais recente versão do celular não se repitam quando sua edição aprimorada, com lançamento marcado para o final do ano, aterrisse.
Para especialistas, o mercado encontra-se em um momento de maturidade – quem gostaria de comprar um smartphone já o fez, e, agora, as vendas serão grandemente baseadas em upgrades e não em novos usuários. Isso vale até mesmo para os mercados emergentes, vistos há poucos meses como a grande saída para grandes empresas como a própria Apple. É justamente por isso que ela deu grande foco à China e obteve grandes resultados com o lançamento do iPhone por lá.
Agora, porém, o momento é outro e a chegada de versões apenas aprimoradas dos aparelhos está sendo vista como causadora de um efeito contrário. Nenhum analista espera a manutenção dos números meteóricos, principalmente em um cenário de estagnação econômica, portanto, a expectativa é que as ações da Apple voltem a cair ao longo das próximas semanas.

Matéria completa: http://corporate.canaltech.com.br/noticia/apple/apple-sofre-com-baixa-no-mercado-chines-47865/#ixzz3jlBpnmde
O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Conheça melhor o cenário de tráfego do seu site

Receba a Opinião de um de Nossos Especialistas

Só mais algumas informações

Calculadora de

E-commerce

Defina sua meta de faturamento e com base num ROI estimado, saiba qual é o investimento ideal em marketing de performance para a sua estratégia de negócio online.

Assine agora nossa newsletter

Este site usa cookies apra garantir que você obtenha a malhor experiência em nosso site. Leia a Política de Privacidade