Acessibilidade:
Login

  • SinalizeWeb14 anos
  • DivisãoCommtempla
  • EmpresaSW tecnologia.tech
  • Código deConduta
  • Entre emContato

Consultoria SEO

Consultoria SEO, documento de laudo técnico para implementalçai de correções e melhorias

Implementação SEO

Implementação SEO, um time de analistas e desenvolvedores, com foco em performance orgânica e Usabilidade

Análise de Impacto para Migração de Plataformas

Migração Assistida de Plataforma, sem perda de Tráfego Orgânico. Muito além de Redirect 301

Desenvolvimento web pautado em SEO

Desenvolvimento de sites e lojas e-commerce com premissas SEO OnPage

Está imagem representa o tema abordado pela publicação do blog da Sinalizeweb | Cientistas: “que AI não seja usada para matar”

Cientistas: “que AI não seja usada para matar”

07 de Agosto de 2015
Por SinalizeWeb

Cientistas: “que AI não seja usada para matar”

Especialistas em tecnologia, cientistas como Stephen Hawking e filósofos como Noam Chomsky advertiram nesta terça-feira para o perigo de usar a inteligência artificial para o desenvolvimento de armas em carta divulgada em um congresso em Buenos Aires.
“Se alguma potência militar global der início ao desenvolvimento de armas de inteligência artificial, uma corrida armamentista é virtualmente inevitável. O ponto final nessa trajetória é óbvio: armas autônomas se tornarão os Kalashnikovs de amanhã”, alertaram os signatários do texto, apresentado hoje na Conferência Internacional de Inteligência Artificial de Buenos Aires.

Entre eles estão o cofundador da Apple, Steve Wozniak; Elon Musk, presidente de Tesla e SpaceXel; e o responsável pelo setor de inteligência artificial do Google, Demis Hassabis.

Se não houver limites, é factível que em questão de anos, não décadas nos deparemos com equipes capazes de selecionar, fixar e atacar alvos sem nenhuma intervenção humana”, assinalaram.

Os cientistas destacaram que seria só questão de tempo para essas armas terminarem no mercado negro e nas mãos de terroristas e do crime organizado.

“Diferentemente de bombas nucleares, essas armas não exigem materiais de alto custo ou difíceis de serem encontrados. Elas se espalhariam facilmente e seriam baratas para qualquer potência militar desenvolver em massa”.

O grupo destacou que “a maioria dos pesquisadores de inteligência artificial não têm interesse em construir armas com inteligência artificial – e não querem que outros interfiram em seu campo”.

“Há muitas maneiras que a inteligência artificial pode fazer campos de batalha mais seguros para os seres humanos, especialmente os civis, sem criar novas ferramentas para matar pessoas”, ressaltou o texto, assinado por mais de 8.700 cientistas.

Fonte: The Emagazine

Conheça melhor o cenário de tráfego do seu site

Receba a Opinião de um de Nossos Especialistas

Só mais algumas informações

Calculadora de

E-commerce

Defina sua meta de faturamento e com base num ROI estimado, saiba qual é o investimento ideal em marketing de performance para a sua estratégia de negócio online.

Assine agora nossa newsletter

Este site usa cookies apra garantir que você obtenha a malhor experiência em nosso site. Leia a Política de Privacidade