Acessibilidade:
Login

  • SinalizeWeb14 anos
  • DivisãoCommtempla
  • EmpresaSW tecnologia.tech
  • Código deConduta
  • Entre emContato

M-commerce cresce três vezes mais rápido que e-commerce

15 de Setembro de 2015
Por admin

M-commerce cresce três vezes mais rápido que e-commerce

Varejistas que ainda não adaptaram a loja online aos dispositivos móveis estão em desvantagem

Um recente estudo publicado pela Coupofy, empresa norte-americana especializada em bancos de dados de cupons online, revelou que as compras realizadas via mobile (m-commerce) devem atingir um crescimento de 42% anuais entre 2013 e 2016 em todo o mundo.

Para ter uma noção ainda mais clara do tamanho do salto do m-commerce, a pesquisa detectou que o crescimento do e-commerce tradicional está estimado em 13% no mesmo período.

Os países que mais compram no m-commerce

Entre as nações que mais realizam compras mobile estão Dinamarca (55%), Noruega (54%) e Suécia (52%). No entanto, os países que apresentaram o aumento mais rápido na prática do m-commerce foram Índia (62,9%), Taiwan (62,9%) e Malásia (45,6%).

O Brasil também está na lista dos países emergentes adeptos das compras mobile, que já representam 10% das transações efetuadas no país.

Os líderes de venda do m-commerce no mundo

A Amazon continua na liderança quando o assunto é comércio eletrônico. Sua receita mobile cresceu 110% no ano de 2014, chegando aos US$ 16,8 bilhões. Em seguida, aparecem as gigantes Apple, Jingdong Mall e Google Play. Outros grandes varejistas online como Walmart e Sears aparecem na sexta e nona posição dos dez maiores mobile commerce, respectivamente.

O que as pessoas estão comprando por meio dos dispositivos móveis?

Vestuário e acessórios são os itens mais comprados por 28,7% das mulheres e 17,2% dos homens, de acordo com a pesquisa. Em seguida, estão na preferência do comprador mobile os itens de saúde e beleza (14,1% das mulheres e 5,9% dos homens) e artigos esportivos (12,5% das mulheres e 24,7% dos homens). Categorias como Mobília; Pet Shop; Alimentos; Computadores e Eletrônicos; Livros; Música e Jogos; Kids e Brinquedos e Equipamentos Automotivos já compõem 11,8% a 1,4% das compras eletrônicas feitas por dispositivos móveis.

Adaptação é necessária

A popularização dos tablets e dos smartphones estão definitivamente transformando o comércio eletrônico. Até mesmo o padrão aplicado pelo Google para exibir um resultado em suas buscas prioriza as páginas com melhor funcionamento nas telas dos dispositivos móveis.

Quem procura se manter em pé de igualdade com a concorrência não pode perder mais tempo – nem dinheiro. Muito em breve uma plataforma amigável aos sistemas operacionais mobile, como a Magento, será um requisito básico para a conclusão das vendas online.

Fonte: EcommerceBrasil

Conheça melhor o cenário de tráfego do seu site

Receba a Opinião de um de Nossos Especialistas

Só mais algumas informações

Agende sua Consulta Técnica

Um de nossos Especialistas irá lhe retornar.

Política de Privacidade

Calculadora de

E-commerce

Defina sua meta de faturamento e com base num ROI estimado, saiba qual é o investimento ideal em marketing de performance para a sua estratégia de negócio online.

Assine agora nossa newsletter

Este site usa cookies apra garantir que você obtenha a malhor experiência em nosso site. Leia a Política de Privacidade