Diante de um cenário econômico ainda incerto no país, com projeções do PIB (Produto Interno Bruto) reduzidas pela décima semana seguida, como aponta o Boletim Focus, de 1,70% para 1,49%, a criatividade e o malabarismo do empreendedor brasileiro são essenciais para não apenas manter o negócio, como prosperar em tempos de crise. O crescimento do PIB em 2018 foi de 1,1%, mesmo desempenho de 2017, e para 2019 a expectativa era de 2,53%. 

Para isso, aproveitar as facilidades oferecidas pelas novas tecnologias – algumas gratuitas -, torna-se atrativas e até obrigatórias, pois quanto maior a visibilidade, mais possibilidades de aumentar o faturamento. 

Quando se trata de internet os que números são animadores. Houve um aumentou de 10 milhões de usuários entre 2016 e 2017, passando para 126,3 milhões de pessoas, ou 69,8% da população, segundo dados do Pnad Contínua – Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE. 

Leia todo o conteúdo em: fmetropolitana.com.br