Acessibilidade:

Sinalizeweb
  • SinalizeWeb14 anos
  • DivisãoCommtempla
  • EmpresaSW tecnologia.tech
  • Código deConduta
  • Entre emContato

Consultoria SEO

Consultoria SEO, documento de laudo técnico para implementalçai de correções e melhorias

Implementação SEO

Implementação SEO, um time de analistas e desenvolvedores, com foco em performance orgânica e Usabilidade

Análise de Impacto para Migração de Plataformas

Migração Assistida de Plataforma, sem perda de Tráfego Orgânico. Muito além de Redirect 301

Desenvolvimento web pautado em SEO

Desenvolvimento de sites e lojas e-commerce com premissas SEO OnPage

Está imagem representa o tema abordado pela publicação do blog da Sinalizeweb | Sem título

Sem título

As expectativas para mercado o e-commerce nacional em 2014www.sinalizeweb.com.brO e-commerce é um dos segmentos que mais cresce no país devido à facilidade de abertura de uma loja virtual e também às possibilidades de enviar os produtos praticamente para qualquer lugar do mundo. Com expectativa de grande movimentação financeira para 2014, o e-commerce no Brasil demonstra números… Continuar lendo Sem título

PorSinalizeWeb

As expectativas para mercado o e-commerce nacional em 2014
www.sinalizeweb.com.br

Foto: As expectativas para mercado o e-commerce nacional em 2014 www.sinalizeweb.com.br  O e-commerce é um dos segmentos que mais cresce no país devido à facilidade de abertura de uma loja virtual e também às possibilidades de enviar os produtos praticamente para qualquer lugar do mundo. Com expectativa de grande movimentação financeira para 2014, o e-commerce no Brasil demonstra números e dados bastante atrativos, corroborando com as previsões feitas anteriormente sobre a franca expansão deste setor. Em março de 2014 o relatório anual Webshoppers, da E-bit, previa um crescimento de 20%. Mas, recentemente o Portal E-commerce Brasil informou que o faturamento deve ficar em torno de R$ 39,5 bilhões, um crescimento 7% maior que o estimado ainda no primeiro trimestre. Ainda não há previsões para 2015, mas a tendência é que este número se mantenha para o futuro.  A 6ª edição do Índice de Confiança do Varejista no e-commerce trouxe dados importantes para o setor. De acordo com o relatório final, para conquistar mais clientes essas empresas investem em estratégias de e-mail marketing e integração multicanal, tendência já bem definida no marketing digital. Em contrapartida, houve queda no interesse pelo marketing em mídias sociais, de 39% para 32%. Isso demonstra uma tendência que afeta diretamente no relacionamento das empresas com seus clientes, por isso é interessante acompanhar esses números.  Ainda segundo o relatório da E-bit, as categorias mais vendidas em 2014 foram as mesmas do ano anterior, com produtos de moda e acessórios, beleza e eletrodomésticos. Um dos principais atrativos para as compras online, além da competitividade dos preços é a comodidade da entrega em domicílio.  Por falar em logística, um levantamento Axado mostra que os Correios detém 93% da demanda das lojas virtuais no que se refere ao envio dos produtos vendidos. Na sequência vem entrega por transportadoras (35%) e as próprias das empresas para atender às demandas (13%). Ou seja, ainda há um vasto campo a ser explorado no que diz respeito à logística para esse negócio.  O site E-commerce destacou que a maioria das lojas virtuais deixa de operar em apenas três meses, situação  preocupante quando se pensa no pequeno empreendedor que, sem conhecimentos, acaba engolido pela concorrência. Outros fatores destacados são o não planejamento para o negócio e a falta de profissionalização da equipe.  Fonte: E-commerce News / Imagem: E-commerce Brasil

O e-commerce é um dos segmentos que mais cresce no país devido à facilidade de abertura de uma loja virtual e também às possibilidades de enviar os produtos praticamente para qualquer lugar do mundo. Com expectativa de grande movimentação financeira para 2014, o e-commerce no Brasil demonstra números e dados bastante atrativos, corroborando com as previsões feitas anteriormente sobre a franca expansão deste setor.Em março de 2014 o relatório anual Webshoppers, da E-bit, previa um crescimento de 20%. Mas, recentemente o Portal E-commerce Brasil informou que o faturamento deve ficar em torno de R$ 39,5 bilhões, um crescimento 7% maior que o estimado ainda no primeiro trimestre. Ainda não há previsões para 2015, mas a tendência é que este número se mantenha para o futuro.A 6ª edição do Índice de Confiança do Varejista no e-commerce trouxe dados importantes para o setor. De acordo com o relatório final, para conquistar mais clientes essas empresas investem em estratégias de e-mail marketing e integração multicanal, tendência já bem definida no marketing digital. Em contrapartida, houve queda no interesse pelo marketing em mídias sociais, de 39% para 32%. Isso demonstra uma tendência que afeta diretamente no relacionamento das empresas com seus clientes, por isso é interessante acompanhar esses números.Ainda segundo o relatório da E-bit, as categorias mais vendidas em 2014 foram as mesmas do ano anterior, com produtos de moda e acessórios, beleza e eletrodomésticos. Um dos principais atrativos para as compras online, além da competitividade dos preços é a comodidade da entrega em domicílio.Por falar em logística, um levantamento Axado mostra que os Correios detém 93% da demanda das lojas virtuais no que se refere ao envio dos produtos vendidos. Na sequência vem entrega por transportadoras (35%) e as próprias das empresas para atender às demandas (13%). Ou seja, ainda há um vasto campo a ser explorado no que diz respeito à logística para esse negócio.O site E-commerce destacou que a maioria das lojas virtuais deixa de operar em apenas três meses, situaçãopreocupante quando se pensa no pequeno empreendedor que, sem conhecimentos, acaba engolido pela concorrência. Outros fatores destacados são o não planejamento para o negócio e a falta de profissionalização da equipe.
Fonte: E-commerce News / Imagem: E-commerce Brasil

Conheça melhor o cenário de tráfego do seu site

Receba a Opinião de um de Nossos Especialistas

Calculadora de

E-commerce

Defina sua meta de faturamento e com base num ROI estimado, saiba qual é o investimento ideal em marketing de performance para a sua estratégia de negócio online.

Calculadora de Ecommerce

Assine agora nossa newsletter

Este site usa cookies apra garantir que você obtenha a malhor experiência em nosso site. Leia a Política de Privacidade

Confira na Mídia

sinalizeweb na mídia agencia-globo
sinalizeweb na mídia computer-world
sinalizeweb na mídia digitalks
sinalizeweb na mídia ecommerce-brasil
sinalizeweb na mídia mundo-marketing
sinalizeweb na mídia ti-inside